sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Haikaiss


HAIKAISS CONSOLIDA-SE COMO DESTAQUE DA NOVA ESCOLA DO RAP COM ÁLBUM DUPLO “FOTOGRAFIA DE UM INSTANTE”

Com 35 faixas autorais, segundo disco do quarteto paulistano de hip hop foi o segundo álbum mais vendido no iTunes por cinco dias consecutivos, na semana de seu lançamento, conquistou a consideração de nomes consolidados como RZO e Talib Kweli rende agenda cheia de shows por todo Brasil.


Um dos grandes destaques da nova escola do rap, o prolífico grupo paulistano Haikaiss comemora o lançamento de seu segundo álbum, “Fotografia de Um Instante” (2015), com agenda repleta de shows lotados por todo Brasil e presença digital robusta. Já na semana de seu lançamento, o disco duplo permaneceu por cinco dias seguidos no segundo lugar no Itunes. Cerca de dez meses depois, as faixas do álbum no canal do grupo no Youtube somam mais de 46 milhões de visualizações. Com um rap objetivo e sincero, o Haikaiss leva ao público um pouco da cultura oriental haikai no nome escolhido e na atitude de transformar pequenas oportunidades em efeitos de amplitude.

Embora seja considerado um dos maiores nomes da novíssima geração do hip hop nacional, o Haikaiss não chegou agora. O grupo, que define seu estilo como New Golden Era, completa dez anos de história em 2016 e tem mais de 70 músicas registradas em estúdio em dois álbuns, sendo um duplo, dois EPs e diversos singles, alguns deles em parceria. Seus integrantes entraram no jogo do rap muito jovens e conquistaram a consideração de nomes já consagrados como RZO, que fez parcerias com o MC do grupo Pedro Qualy, que também participa dos shows do icônico grupo da década de 1980, formado por Helião, Sandrão e DJ Cia, que apresentou nomes como Sabotage e Negra Li.

O Haikaiss também já dividiu o palco com nomes como Racionais Mc’s, Criolo, Marcelo D2, Thaíde e com os principais nomes do rap nacional e também com artistas internacionais como Wiz Khalifa, Soulja Boy e Pac Div. Ao mesmo tempo, participam intensamente, sob a sigla DMC (Da Massa Clan), e fomentam, como selo Esseponto Records, a nova escola, composta por nomes como Costa Gold, Oriente e Zero Real Marginal (ZRM).


Além desta versatilidade que agrada gerações e universos distintos, o sucesso do Haikaiss se deve à combinação de beats elaborados, letras sagazes e autênticas e estilos espontâneos e complementares de seus quatro integrantes: os MCs Pedro Qualy, Spinardi e SPVic e o DJ Sleep. O resultado, seja em estúdio ou no palco, é explosivo. Além do DJ Sleep, que tem mais de 10 anos de estrada, vários grupos de rap de São José dos Campos e muitos sets em campeonatos de skate no currículo, a essência do Haikaiss é construída com as performances muito bem alinhadas de seus três MCs.

O carismático Qualy é MC e produtor e o mais jovem do grupo, com 23 anos. Apreciador de rap latino e hip hop underground, canta e versa com muita musicalidade, assumindo os refrões e a linha de frente em faixas como a suingada “A Prova” e a melódica “Sem Graça”. Um dos maiores sucessos do grupo no Youtube, o áudio de “Sem Graça” soma quase 10 milhões de visualizações com versos romântico-divertidos como "ontem à noite eu bebi e você ficou tão linda/ Mas na hora de acordar você ficou mais ainda/ Isso não é comum, como deixei acontecer?/ O normal é acordar e eu não querer mais te ver" e "E eu que já fui feito de acento, não aceito/ Eu não sou piscina pra tu se jogar de prima”.

Spinardi, 24 anos, apresenta composições ácidas e sem censura, em prosa, aliadas a um flow ágil, em que mesmo em seus momentos mais frenéticos é possível identificar claramente cada palavra, como na já emblemática faixa “4 e 21”. “Meu rap se torna meu manto, eu quero que se foda o que pensa o que faz/ E se você não tá me entendendo, mano, eu acelero mais! Já ligo meu bonde na fita, na pista que chega soando eficaz.”, comanda Spinardi em “Matéria Escura”, outro destaque do álbum e de views.


Colecionador de vinis, MC e produtor requisitado e inspirado, SPVic ouve artistas nacionais como Itamar Assumpção além de rap, jazz e soul e imprime seu estilo cool e discurso centrado em faixas como “Mente do Compositor” e “Célula do Monstro”. "No inferno da cidade, com poucos anos de idade, sendo parte da mudança contradigo a sua mensagem”, versa o paulistano de 25 anos, responsável, ao lado de Qualy, pela mixagem do disco “Fotografia de Um Instante".


Além de assinar todas as faixas do álbum duplo “Fotografia de Um Instante", algumas em parceria com outros MCs, o grupo é responsável pela produção executiva e por todo o processo técnico e fonográfico do disco duplo. Fruto de um processo de três anos de trabalho, a obra foi gravada e mixada no estúdio Ésseponto Records. Além de estúdio, o QG do Haikaiss, localizado no bairro de Santana, na zona Norte de São Paulo, também abriga a marca HKSS, que vende de rodinhas de skate a bonés, mochilas e camisetas com a etiqueta do Haikaiss em todo Brasil, e um selo que recebe outros grupos de rap da nova geração como Costa Gold, Guerrilheiros, ZRM, Inglês e Ursso.

Amantes de beats pesados e com uma pegada golden era, o Haikaiss carrega referências de grupos e artistas como A Tribe, Slum Village, Jaylib, Mos Def, Common, Beastie Boys, The Pharcyde e Talib Kweli, que em sua última passagem pelo Brasil pediu para conhecer o Haikaiss e visitou o Esseponto Records, onde gravou cenas para um clipe.

fonte

http://www.haikaiss.com.br/bio.html

sábado, 12 de setembro de 2015

Paula Mattos


Paula Mattos, faz parte do time de estrelas da “Workshow”, um dos maiores escritórios de gerenciamento artístico do Brasil e integra o time de mulheres que se destacam no mercado sertanejo. Além do seu primeiro álbum, Paula Mattos - Acústico - lançado pela gravadora Warner Music Brasil, a cantora lançou recentemente a música “Chute e Bomba” com a participação especial de Wesley Safadão.

Chute e Bomba

Natural de Campo Grande Paula Mattos (4/09/1988), um nome respeitado no meio sertanejo pela sua brilhante carreira como compositora, desde os 15 anos, autora de centenas de sucessos gravados por grandes nomes dentro da musica sertaneja tais como: Munhoz & Mariano, Marcos & Belutti, Thaeme & Thiago e Gusttavo Lima.

Em 2013, sua composição “Doidaça”, lançada por Gusttavo Lima, foi uma das músicas mais executadas no ano.

Doidaça

Nos anos seguintes conseguiu outros sucessos como compositora como "Separa Namora", "Cara de Rica" e "Coração Apertado".

Separa Namora

"Cara de Rica"

Coração Apertado

Em 2015 iniciou sua carreira também como cantora para dar personalidade as suas composições. Com voz marcante e cheia de estilo ela combina as melodias com letras cheias de sentimento e emoção.

“Meu sonho sempre foi cantar, ser artista e graças a Deus a gente está trabalhando para isso agora. Tenho muita coisa para conquistar. Eu falo que é um novo começo, de compositora e de artista. Lógico que a gente tem barreiras como todo o mercado tem, mas com fé em Deus a gente vai quebrar essas barreiras”, diz a cantora.


CD e DVD

A carreira na música começou com as composições que foram parar nas vozes de sertanejos como Gusttavo Lima, que gravou “Doidaça”, e Thaeme e Thiago, de quem foi backing vocal por dois anos e meio: “Digo que eles me abriram a primeira porta”.

Em 2015 gravou seu primeiro DVD e viu a música “Que sorte a nossa” explodir nas rádios. Escrita por ela com a dupla Luiz Henrique e Fernando, a canção tem história. “O Fernando já lutava contra a leucemia e não conseguiu participar do DVD porque havia morrido dois meses antes. Deixei a voz dele gravada e é o momento mais emocionante dos shows”, explica a cantora, que tem o refrão tatuado no braço.

Paula Mattos lançou, pela Warner Music Brasil, seu primeiro CD e DVD. Um trabalho acústico, intimista e que traduz de forma singular seu romantismo e sua musicalidade. Gravado em São Paulo, no início de 2015, o projeto acústico está disponível em CD com 12 faixas e DVD com 10.
Que Sorte a Nossa


O álbum inclui o hit “Que Sorte a Nossa” em uma versão exclusiva com segunda voz de Fernando Paloni. Este momento, registrado no DVD, é o mais marcante e emocionante da gravação e este vídeo foi o cartão de visitas da Paula Mattos para todo o Brasil.


Eu Já Te Amava

Além do hit, o álbum “Paula Mattos Acústico” tem as modas mais românticas como “Eu Já Te Amava” com participação de Thaeme & Thiago, “Pros Outros”, “Quanto Tempo Falta”, “30 Anos” e “Rosa Amarela” e as dançantes como “O Povo Fala” com Munhoz & Mariano, “Amor É Diferente” com Zé Felipe e, o primeiro single “Quem Vê Cara Não Vê Coração”.

Pros Outros

Quanto Tempo Falta

30 Anos

Quem Vê Cara Não Vê Coração

“Quem Vê Cara Não Vê Coração” conquistou as rádios de todo Brasil com uma temática comum a muitos relacionamentos: o amor não correspondido representado nos versos “Eu pensei que era amor, era só ilusão, quem vê cara, não vê coração”.

Rosa Amarela

O novo single, “Rosa Amarela” é uma música romântica que público tem cantado cada vez mais nos shows e tem um clipe oficial que trata a diversidade das relações amorosas. Com um mote de que “Toda forma de amor é válida, desde que seja amor”, o vídeo em uma semana já tinha ultrapassado a marca de 1 milhão de visualizações e uma ótima aceitação do público.

O cenário do DVD foi assinado por Rogério Fernandez e Camila Boleli, direção de fotografia de Dudu Contreras, produção musical de William Santos e direção de vídeo de Haitham Smaili, mas todo o processo foi feito com direcionamento da própria Paula Mattos.

“Opinei em tudo, desde os arranjos até o figurino, da fotografia até o cenário”. Tem meu dedo em cada detalhe pois queria que tudo saísse do jeitinho que eu sempre sonhei e imaginei. Conseguimos!

“Esse DVD mostra para todo mundo a minha verdade e o meu amor pela música” – Paula Mattos.



fonte

https://www.facebook.com/pg/paulamattosoficial/about/?ref=page_internal

https://pt.wikipedia.org/wiki/Paula_Mattos

https://www.abramus.org.br/noticias/9380/a-vez-dela-paula-mattos/

http://extra.globo.com/famosos/revelacao-sertaneja-paula-mattos-foi-vendedora-de-balas-hoje-fatura-alto-com-shows-19364982.html

https://www.campograndenews.com.br/lado-b/diversao/para-vender-sucessos-novos-compositores-mudam-de-endereco-atras-de-sertanejos

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Banda do Mar


Banda do Mar, formada no dia 06 de maio de 2014, é uma banda luso-brasileira composta por Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Fred Ferreira. O álbum de estreia da banda foi lançado em agosto de 2014, seguido de turnê. As carreiras do casal Mallu e Camelo já se encontraram em diversos outros momentos desde o início do relacionamento deles, anunciado em 2008. Tudo começou com uma participação dela no primeiro disco solo de Camelo, Sou, também de 2008.


Naquele disco, a dupla fez uma parceria na faixa "Janta", eleita pela Rolling Stone Brasil como a melhor música nacional do ano. 


O mesmo se deu no segundo trabalho solo de Camelo, Toque Dela, de 2011.


Já a participação de Camelo no trabalho de Mallu foi ainda mais latente, principalmente no terceiro álbum dela, Pitanga, produzido pelo músico do Los Hermanos e lançado também em 2011. Já Fred trabalhou no último disco de Wado, Vazio Tropical, cuja produção é de Camelo, sendo um conhecido musico português principalmente por ser integrante de: Orelha Negra, Buraka Som Sistema e 5-30.



No dia 18 de outubro de 2014 foram entrevistados em um programa local do Rio Grande do Sul, o Patrola. Falaram sobre a nova banda, seu estilo de música, costumes, e também sobre o dia-a-dia dos membros da banda em foco o casal Marcelo e Mallu.


O álbum de estréia da banda, ganhou uma prensagem em vinil azul pela Revista NOIZE (primeiro serviço de assinatura de discos de vinil da América Latina, e segunda fabricante de vinil do Brasil atrás somente da Polysom), junto com o vinil, o cliente recebe uma revista que fala sobre o álbum de estréia da banda


FONTE
https://pt.wikipedia.org/wiki/Banda_do_Mar